sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Dica De Leitura 08

Dica De Leitura 08



Hey pessoas, eu disse que essa semana eu iria liberar 3 "resenhas" mas infelizmente não deu. Como não gosto de deixar meus leitores na mão, e eu sei que disse que teriam 3 "resenhas", estou fazendo esse post de uma forma diferente. Não irei dar minha opinião sobre um livro, mas irei deixar a história do livro aqui para vocês que não encontrar para comprar um exemplar dele, ter a oportunidade de ler esse livro que gostei bastante. Creio que aquele que ler esse post até o fim, ou aqueles que já leram o livro em questão, tem consciência de que não precisamos resenha-lo, pois ao longo da história você também vai se apaixonar.
Espero que gostem, e bora para a leitura. 








          *POSSO ATÉ ESTAR APAGADO,                 MAS FUI FEITO PARA BRILHAR*






     Inerte em um leito de hospital público, na ala de atendimento aos mais carentes, o menina fixa seu olhar distante no vazio do teto, numa interminável rotina. 

     Tem sido assim, por horas, meses, anos...

     Paraplégico, com profundas deformações no rosto e em toda a extensão do seu corpo, recusa levantar-se, recusa fazer qualquer esforço, recusa até mesmo a própria vontade de continuar vivendo. 

     É, às vezes a vida não é justa. Fatos terríveis podem acontecer às pessoas boas.



     Na graciosidade dos seus 10 anos de idade, Luciano caminhava despreocupadamente pela calçada da tranquila rua em que morava, quando foi atropelado por um caminhão desgovernado que, em alta velocidade, arrastou seu frágil corpo por mais de 15 metros.

     O condutor fugiu do local e soube-se, posteriormente, que se encontrava totalmente alcoolizado.

     Luciano sobreviveu como que por milagre. Foram necessárias mais de doze cirurgias, e, como a maioria dos seus ossos ficaram fragmentados e eu corpo dilacerado, as lesões múltiplas tornaram-se totalmente irreversíveis.

     Luciano sofria com as dores de sua tragédia e, como se não bastasse, amargava ainda suas crises existenciais comuns à adolescência, tais como complexo de inferioridade e de rejeição, associados a uma enorme quantidade de acnes por todo o rosto e os próprios membros pareciam desproporcionais ao seu corpo. Enfim, parecia que seu mundo havia virado de cabeça para baixo. 



     Porém, com uma paciência quase infinita, a incansável assistente social insistia diariamente com Luciano, lembrando-lhe a importância de se ter auto-estima e de aumentar a fé e a esperança.

     Afinal, dizia, o nome Luciano significa 'o iluminado', ou 'a luz que brilha', e era preciso acender sua própria luz, pois todos nós fomos feitos para brilhar. 



     Lembrou que existem feridas que não se curam com pomadas, e que não podemos desaguar nosso baixo astral nas pessoas que nos cercam.

     Às vezes é difícil acreditar, porém Deus tem sempre seus motivos...



     Mas, para Luciano, o período de luz e brilho parecia não chegar; pior ainda, parecia nem mesmo existir.

     Sua aparência pouco atraente, sua revolta, as mágoas, imenso ódio e um sentimento forte de autopiedade, levaram-no pouco a pouco a viver em um profundo estado de depressão.

     Sua cadeira de rodas até então possuía pouca serventia, pois o seu quarto escuro ainda continuava sendo o seu melhor refúgio.


     Porém, como em todo infortúnio existe sempre a semente do bem, numa noite muito escura, nas raras vezes em que olhava para o céu, Luciano foi surpreendido pelo espetáculo maravilhoso de luz e cor de uma estrela cadente, que magistralmente riscou o céu e depois caiu, sumindo no horizonte. 

     Luciano lembrou-se das palavras de seu pai;

  - "Uma estrela cadente, faça um pedido, sonhe seus melhores sonhos, imagine o inimaginável."



     Inexplicavelmente, algo começou a mudar no coração de Luciano, que imediatamente se identificou com aquela estrela cadente e pareceu sentir que o último brilho antes do ocasso fora transferido e fixado indelevelmente no seu próprio olhar.

     Com o ocorrido, iniciou uma nova forma de ver a vida.

     Haveria retorno? Após a queda seria possível brilhar novamente? Uma estrela apagada pode voltar a brilhar?

     Sim, até os astros têm histórias para contar.



     Com a pronta ajuda de assistente social, Luciano começou a pesquisar tudo o que pôde sobre estrelas, e logo descobriu extraordinárias semelhanças com ele mesmo.

     Imaginou que essas semelhanças poderiam ajudá-lo a compreender melhor a sua própria existência.

     Pesquisando ainda mais, Luciano descobriu que:

     <<  "é justamente na escuridão que as estrelas parecem brilhar ainda mais;"

     <<  "as estrelas não brilham só para si próprias, brilham principalmente para os outros;"

     <<  "as estrelas são muito persistentes. Brilham mesmo quando ninguém as observa;"

     <<  "as estrelas possuem formas irregulares, são diferentes umas das outras, mas nem por isso deixam de ser encantadoras e muito admiradas;"

     <<  "as estrelas servem de guia e orientação para os caminhantes;"

     <<  "Orientam tanto os reis quanto os mendigos, iluminam bons e maus, não se importando com o merecimento de cada um;"

     <<  "as estrelas conseguem transmitir esperança aos nossos corações e nos fazem sonhar e sorrir;"

     <<  "as estrelas são automotivadas, produzem sua própria energia, iluminam a si mesmas e, ainda, a todo o universo;"

     <<  "as estrelas são extremamente humildes."

    Aliás, a própria estrela de Belém, a maior e mais bela de todas as estrelas de que se tem notícia, foi vista apenas por Maria, José e alguns pobres pastores.

     Sim, Luciano sentiu que poderia ele mesmo brilhar, e acreditou nisso com todas as forças do seu ser.

     Decidiu que seria seu próprio astrônimo, e começou a observar todos os sóis e estrelas que se movem dentro dele mesmo.

     Fez, naquele momento, uma solene promessa de buscar o melhor de sua existência. 


  
     Ainda com os olhos molhados por lágrimas de perdão ao causador do acidente, perdão a si mesmo e a todos os que o haviam prejudicado, Luciano balbuciou a primeira oração de sua vida.

     Extasiado, descobriu que poderia até falar com Deus à noite, em suas orações, ou a qualquer momento de sua vida, pois Deus nunca marcou hora para atender a quem quer que o procurasse.

     Depois de tantos anos de contínuos pesadelos, orou para novamente poder sonhar.

     Dormiu naquela noite como em nenhuma outra.

     E sonhou...

     Sonhou com as estrelas. Em especial com uma estrela cadente...



     Luciano sonhou com uma estrela que fora maravilhosamente concebida numa explosão de sons, luz e cores, e criada para ser uma estrela muito bela e brilhante.

     Uma obra-prima, destinada a brincar, brilhar e correr no espaço infinito...

     Em busca do seu espaço próprio, a nova estrela se projetou com todo o ímpeto em direção ao planeta Terra e, ao passar no céu, muitas pessoas a admiraram, enquanto alguns aplaudiram entusiasticamente o belo espetáculo de luz e cor.

     A estrela cadente ficou muito feliz e imaginou que havia localizado o paraíso...



     Porém, ao entrar na atmosfera terrestre, com o atrito, a estrela perdeu muito da sua velocidade, foi deformada em toda a sua estrutura molecular, e muito diminuída em seu tamanho.

     Toda a sua formosura habitual foi aos poucos transformada em aspereza e seu brilho inigualável ficou extinto, apagado...



     Na forte colisão com a superfície, a estrela afundou até as entranhas da terra e lá permaneceu imóvel, envolta em lama e muita escuridão.  

     A estrela nunca mais pôde ver o firmamento... perdeu o hábito de contemplar o céu...

     Rodeada por um ambiente hostil, suas camadas foram aos poucos sendo cobertas por uma crosta muito espessa de fungos e limo...



    Sua aparência tornou-se ainda mais repugnante, ainda mais asquerosa.

     Em nada mais lembrava aquela maravilhosa obra-prima da criação.

     A estrela amargou a solidão, a revolta, a indiferença, o medo...

     E assim, passaram-se horas, dias, semanas, meses, anos...

     Longos anos estelares...

     Transformou-se em uma estrela adolescente, começou a se achar feia, fechando-se em si mesma.

     Endureceu, tornou-se pedra...



     Numa manhã quente e ensolarada, quando tudo parecia perdido, a estrela cadente foi acordada com um forte tremor de máquinas escavadeiras, que removiam todas as pedras do lugar e, em seguida, as lançavam em um terreno plano, onde mineradores examinavam cuidadosamente uma após a outra.



     A estrela cadente foi jogada de um lado para outro e, mesmo coberta de lama, pôde observar que as outras pedras, suas companheiras de escuridão, não eram tão feias como ela acreditava; pelo contrário, eram pedras muito formosas, diferentes, agradáveis e brilhantes...



     Percebeu que todas eram cuidadosamente coletadas e envolvidas em um fino pano de lã.

      A julgar pela euforia dos mineradores, deduziu que se tratava de pedras muito preciosas, de valor extraordinário. 

     A estrela cadente alegrou-se muito com a boa sorte das demais pedras, mas novamente sentiu a dor da rejeição quando percebeu que fora deixada de lado e nem ao menos analisada. 

     Talvez por sua aparência pouco agradável, pensou!



     Rejeitada por todos, acabou sendo recolhida pelas mãos rudes de um cortador de pedras, que com suas hábil, ganhava uns poucos trocados, fragmentando pedras e vendendo para empresas que trabalham na recuperação de estradas esburacadas e empoeiradas.



     Já fazia noite alta, e ao redor de pequena fogueira o cortador de pedras arrancava enormes lascas de estrela cadente.


     Apesar de todos os esforços para manter-se inteira, pouco a pouco a estrela se sentiu despida até o mais íntimo do seu ser...

     E algo inimaginável aconteceu... 

     O rude trabalhador não podia acreditar no que seus olhos viam: um enorme diamante transparente, puro e de um valor incalculável. Estava ali o mais precioso diamante jamais visto em toda a história da humanidade...



     Seu brilho inconfundível parecia vindo do céu.

    Parecia possuir o brilho das estrelas...

     A estrela cadente, agora um diamante, percebeu então que o seu valor mais precioso estava em seu próprio INTERIOR.

     Como um passe de mágica, lembrou-se das verdades que aprendera há muitos e muitos anos. 

     São aquelas verdades utilizadas de geração em geração e, por serem simples, perenes e imutáveis, permanecem verdadeiras até os nosso dias.

     Luciano selecionou algumas verdades para si mesmo, sabendo que, ao repeti-las diariamente, lhe dariam um novo impulso para conseguir uma vida repleta de felicidade e cheia de triunfos.

     Escreveu em letras enormes:

              O FRACASSO PODE ME EXPERIMENTAR, MAS NÃO PODE ME DETER.
                                     


             EU POSSO CONQUISTAR MEU IMPÉRIO, OLHANDO PARA DENTRO DE MIM MESMO.

         POSSO CAIR VÁRIAS VEZES, MAS LEVANTAREI MAIS FORTE A CADA VEZ. 

              NÃO SOU NADA MENOS DO QUE ANTES DO ACIDENTE. O IMPORTANTE É O QUE ESTÁ DENTRO DE MIM.

         SOMENTE OS MORTOS NÃO TÊM PROBLEMAS.

         SOU OUSADO, AUMENTO MEUS OBJETIVOS. TENHO A VISÃO PARA A FRENTE E PARA CIMA; PENSO ALTO, ALCANÇO AS ESTRELAS.

         HOJE TEREI SONHOS ESTIMULANTES. ADQUIRO UMA CAPACIDADE INFINITA DE APRIMORAR TUDO.
         
        TRANSFORMO AS METAS APARENTEMENTE IMPOSSÍVEIS EM METAS EXCITANTES.

        É INADMISSÍVEL ME CONTENTAR EM SER MENOS DO QUE EXCELENTE.

        NÃO POSSO FAZER TUDO SOZINHO. POR ISSO, ACEITO DE BOM GRADO QUALQUER AJUDA, POIS POBRE DE QUEM CAI E NÃO TEM NINGUÉM PARA AJUDÁ-LO A SE LEVANTAR.

        CONVIVO COM PESSOAS BRILHANTES, SE POSSÍVEL MAIS INTELIGENTES QUE EU MESMO.

     Na manhã seguinte, Luciano acordou mais cedo do que de costume.



     Com a ajuda da incrédula assistente social, instalou-se em sua cadeira de rodas e saiu do hospital ainda a tempo de conseguir contemplar a última estrela visível àquela hora da manhã...

     Era a estrela da manhã, sinalizando a aurora de um novo dia, a possibilidade de um recomeço. 

     CONCENTREI-ME EM MEU EXTERIOR, MAS ERA MEU INTERIOR QUE REALMENTE PRECISAVA DE CURA, pensou consigo mesmo, E AGRADECEU A DEUS.

   Acariciou sua cadeira de rodas e sorriu...



     VOU USÁ-LA POR MUITO POUCO TEMPO, pensou...  VOU USÁ-LA APENAS EM MINHA EXISTÊNCIA TERRENA, POIS TENHO CERTEZA ABSOLUTA QUE LÁ NO CÉU NÃO SE FAZ NECESSÁRIO CADEIRA DE RODAS.

     Luciano, agora mais do que nunca, sentia-se amado, escolhido e lapidado por Deus. Tinha muito que fazer, e o que mais queria era recuperar o tempo perdido.



     Para agilizar a sua transformação e para ter sempre novo ânimo, confeccionou uma enorme estrela de papel e afixou-a em seu quarto, de maneira a poder ler a mensagem tão logo abrisse os olhos, a cada manhã.

     Nela escreveu a maior de todas as verdades:


                                              DEUS NÃO ESCOLHE 
                                 OS CAPACITADOS,
                                DEUS CAPACITA OS
                                       ESCOLHIDOS. 

     E assim, passaram-se dias, meses, anos...

     Luciano, apesar de todas as suas limitações, iniciou atividades na área de vendas.

     Transformou-se em um dos maiores e mais bem-sucedidos empresários no ramo de pedras preciosas. 



     Mandou confeccionar seu cartão de visitas com a seguinte frase:




     PROCURE ME CONHECER MELHOR; POSSO SER FEIO POR FORA, MAS MUITO BONITO POR DENTRO.

     Luciano adquiriu, ainda, o saudável hábito de oferecer aos seus clientes um presente singelo, porém muito significativo.

     Trata-se de uma estrela confeccionada de metal nobre, onde pode-se ler, em letras muito brilhantes:
                                
                            "POSSO ATÉ ESTAR
                                    APAGADO, 
                                MAS FUI FEITO 
                                PARA BRILHAR".


     
     Recomenda a todos o seu uso diário, principalmente naqueles momentos em que, teimosamente, o desânimo insistir em voltar.

     E com um brilho no olhar, Luciano irradia esperança e luz a todos...

    Trata-se de um brilho inconfundível...

           Muitos acreditam ser uma luz que vem de muito longe...
                                         ... uma luz muito especial...
                        ... uma luz que vem das estrelas...




                                           The End


     Chegamos ao fim do post de hoje. Espero que vocês tenham gostado tanto desse livro quanto eu. Um big abraço apertado e fiquem com Deus. Byye.









Obs; Todas as imagens foram retiradas do livro, para deixar o post com a cara do livro. 
        
     
       


       

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Dicas de Leitura em Vídeo *Janeiro*

   Hey galera, o post de hoje é mais para compartilhar com vocês o vídeo que liberei hoje no canal. Como o título já diz, eu irei dar dicas de leitura, só que desta vez em vídeo >< Espero muito que vocês gostem. Um big abraço apertado e até amanhã com mais post aqui no blog. Byye.


domingo, 22 de fevereiro de 2015

Sobre a última semana de fevereiro

   



      Hey pessoa, tudo bem com vocês? Bom, nesse post vou explicar sobre essa semana e explicar também para já explicar sobre como vai ser todas as últimas semanas de "todos" os meses deste ano. Vamos lá.
    No mês passado eu fiz a última semana do mês como semana de "Dicas de Leitura". Eu liberei resenhas todos os 5 dias úteis da semana de livros que eu achei relevante indicar para vocês. Sempre que vocês lerem um título "Dica De Leitura" é uma resenha, pois não curto rotular de "Resenha" porque nem sempre sai uma resenha de fato. Não tenho ainda o habito frenético da leitura, até tenho, mas apenas com livros que eu quero mesmo ler. Por isso eu não tenho muitos livros para indicar aqui no blog, pois só comecei a ler no fim de 2013, e como sou pobrinho, e não ganho livros, eu é quem tenho que comprar os meus, dai acabo me comprometendo com outras coisas mais necessárias e o dinheiro não sobra. 
     Essa semana vou liberar 3 "resenhas" para vocês, que serão liberadas na quarta, quinta, e, sexta. Hoje estou liberando esse post informativo, e amanhã liberarei um vídeo mostrando e comentando um pouco sobre os livros que indiquei no mês passado. A... essa é mais uma novidade. Toda semana literária aqui no blog vai começar com um vídeo em que comentarei sobre as dicas do mês anterior. Queria liberar vários vídeos nas semanas literárias, mas como eu teria que gravar um para cada livro, ia acabar sendo um mega show de spoiler porque eu iria falar mais do que devo. E nos posts eu releio antes de publicar, daí consigo tirar os speiler que atrapalhariam a leitura para alguns. 
     Como vocês perceberam, esse não foi bem um post literário, mas mais uma explicação. Prometo compensar vocês com um post bem legal e diferente na sexta-feira. E só para já deixar vocês alertados, as dicas dessa semana vão ser sobre livros que poucas pessoas conhecem, e um deles ninguém (a não ser os autores e os colaboradores do livro) tem um exemplar. Então fiquem ligadinhos, que sempre por volta das 13h/14h20min estarei liberando os posts e vídeos. 
      Um big abraço apertado e fiquem com Deus. Byye. 








Obs: a imagem inicial ficou muito clara porque editei para o instagram e não para o monitor. Sorry-my

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Cabelos coloridos


Cabelos Coloridos

     Quem não tem cabelos coloridos minha gente? Todos nós temos (pelo menos nó que temo cabelos). Alguns tem os cabelos preto ou castanho. Outros podem ter os cabelos loiro ou branco. Tem aqueles que conseguem ter os cabelos laranja ou vermelho. Mas é claro que também existe aqueles com os cabelos azul, rosa, verde, e por ai vai. O fato é que todos temos os cabelos coloridos.
     Se todos temos os cabelos coloridos, então o porque raios alguém vive reparando em mim? Porque algumas pessoas me olham com receio ou espanto?
     É galera, se você, assim como eu, tem alguma cor "diferente" no hair, provavelmente entende o que eu digo. As vezes eu saio nas ruas e todos me olham, outras vezes nem me notam. Eu não me importo muito com isso, afinal, são (muitas das vezes) pessoas que não me conhecem. Infelizmente, esses olhares (algumas vezes) também vem de pessoas que me conhecem, de pessoas que sabem como sou. 
     Algumas empresas discriminam pessoas com cabelos "coloridos". Alguns professores até nos olham com receio. Seu pai pode chegar a pensar que você está envolvidos com coisas erradas só por ter decidido por uma cor "diferente" nos cabelos. Uma cor muitas das vezes considerada "fantasia".
     A sociedade se diz moderna, se diz preparada e sem preconceitos e pré-conceitos, mas sabem que isso é apenas mais uma hipocrisia. Se é "apenas cabelo", e crescemos assistindo desenhos e filmes, onde protagonistas tem as mais diversas cores em seus cabelos, porque se tornar tão careta quando vira adulto?
     O que você deve se perguntar é se está se sentindo seguro e bem com o hair desse jeito. Se quando alguém te olha você se sente reprimido ou a vontade (as vezes te olham por gostar da cor ou achar simplesmente diferente). E sempre que for fazer uma mudança em si, se pergunte se você se imagina com aquilo, ou se está fazendo apenas porque viu alguém na rua e gostou. 
     Muitas das vezes podemos ficar bizarro com algo diferente, mas sempre existe o bizarro positivo e o bizarro negativo. Qual você quer ser? Espero que vocês tenham curtido esse post, um big abraço apertado e fiquem com Deus. Byye.








Obs:Foto de @mary_hagiwara
     



quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Sobre estudar

   



       Esses dias eu liberei um vídeo em que falo sobre desistir dos estudos -deixarei no fim do post- e alguns dias depois eu comprei a CH de fevereiro e vi algo que um texto da Tati Schibuola na página 06, e ele me chamou a atenção. Nesse texto, a Tati fala um pouco sobre o caso da menina Malala (aquela garota paquistanesa que foi baleada por talibãs no ano de 2012, simplesmente porque queria ir ao colégio) e sobre a relação que existe de Jovens X Estudos. Mas não vim comentar exatamente sobre o texto da Tati, e sim para falar um pouco sobre escola. 
   Tenho 17 anos e estou no 3°ano do EM. Esse ano é meu ano de formatura, e no ano seguinte é ano de universidade. Esse por ser meu último ano no colégio, parece que é o que mais estou sendo provado. Sempre idealizei uma profissão, mas esse ano já apareceram 3 cursos diferentes em minha cabeça. Nunca tive dúvida sobre o que cursar, e justo nesse meu último ano de EM esse dilema decidiu me atormentar.
    Algumas vezes já pensei em desistir dos estudos, mas tenho consciência de que o mundo de hoje nos pede quase que a perfeição, nos exige o máximo de conhecimento, nos pressiona para as escolhas corretar em um curto espaço de tempo. Com o avanço da tecnologia, o mundo nos cobra muito mais do que antes era cobrado aos nossos pais e tios. Quanto mais à tecnologia se desenvolver, mais teremos cobranças em cima de nossas costas. 
    Concordo que o EM muitas das vezes parece (e é) uma grande perca de tempo para um jovem, e é ali que muitos desistem dos seus sonhos.  Penso que seria melhor, no lugar do EM, o governo nos permitisse três anos de cursos nos quais temos dúvidas sobre qual escolher na universidade. Acho que dessa maneira, muitos jovens tivessem estimulo para concluir o EM, uma universidade, e se sair bem no mercado de trabalho (e porque não também uma pós-graduação, um doutorado?). Mas já que meu país "exige" que eu "perca" esses três anos da minha vida no EM, que eu saiba aproveitar da melhor maneira possível. 
    Sei que é chato ter que acordar todos os dias cedo para ir ao colégio, mas pelo menos aqui em nosso país isso é meio que uma opção do jovem. Tem lugares no mundo que muitos jovens querem ter essa oportunidade, mas não tem, e outros lugares em que separam a população em duas partes (dos que podem, e dos que não podem ir ao colégio). Sempre que você pensar em desistir, pare para refletir sobre seus sonhos e desejos para o futuro, e também para pensar se não vale você tentar, pelo menos por aquelas pessoas que queriam ter essa oportunidade, e também por aquelas pessoas que desistiram no passado e hoje se arrepende. 
   É minha gente, acho que é isso. Espero que você tenha compreendido esse post, e a mensagem (que ficou mais do que clara) que quis passar por ele. A garota Malala que citei no início do post, hoje tem um livro chamado "Eu sou Malala" (o qual quero muito comprar para ler). Espero que vocês tenham gostado do post de hoje, e um big abraço apertado. Fiquem com Deus e até um próximo post. Byye. 











Obs: A imagem inicial eu retirei na internet. Perdão pela má qualidade.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Minhas dolls

  E ai galerinha, tudo jóia? Então beleza. O post de hoje é só para avisar que esse vídeo é a primeira parte de alguns vídeos que vou fazer ao decorrer do ano falando sobre minhas dolls. Não tenho muitas, mas quem sabe eu não compre mais algumas.
   Sempre fui um admirador de bonecas, e queria ter as minhas, mas como mina família é muito tradicional eles não me permitiam isso. Hoje em dia tenho uma personalidade já formada, e também argumentos para aqueles que querem que eu me justifique por ter bonecas (se bem que eu não preciso me justificar pra ninguém sobre isso). Nesse primeiro vídeo eu mostro 3 de minhas bonecas para vocês, e mais 2 manequins que eu tenho. Os looks de tudo o que mostro nesse vídeo foi confeccionado por mim e a mão. Hoje em dia eu parei um pouco com a moda, mas quero muito voltar.
   Espero realmente que gostem desse vídeo, e dessa vez eu não fiz fotos pois o dia não estava favorável e eu uso a câmera do smartphone para fazer as fotografias que tem aqui no blog, então não ficariam legal. Um big abraço apertado, e fiquem com Deus. Byye.



                           Minhas Dolls Vídeo 01

                      




Para ler o post que fiz com as fotos da hashtag que criei #WorldTheDoll, basta clicas AQUI.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

15 Questões para quem sofre de Déficit de Atenção

    Hey pessoas, tudo belezinha com vocês? No post de hoje, eu irei pautar 15 coisas que quem sobre de déficit de atenção, provavelmente vai se identificar. Bora lá!
    Primeiro vamos esclarecer um pouco sobre isso. Déficit de Atenção não é considerado uma doença, mas, em alguns casos é bom um tratamento com psicólogos e psiquiatras. O Déficit de Atenção é quando você, por algum motivo não consegue se concentrar em alguma coisa especifica, e perde o foco muito rápido -e em alguns casos as pessoas são hiperativas.
    Retirei de um site (que tinha 29 questões) 15 questões para dividir com vocês. São 15 questões que se você tem Déficit de Atenção -ou se é lerdinho rsrs- vai se identificar. Bora lá?!



    15 Questões para quem sofre de Déficit de Atenção 


Você consegue perder coisas que estavam na sua mão segundos atrás. 

   Isso é algo que ocorre com uma certa frequência em minha vida (rsrs). O mais clássico que acontece é de eu esquecer que estou com meu celular nas mãos ou mesa de estudos. Fico apavorado, e depois todos a minha volta riem de mim (e eu junto ksks).


 Se entrar em um cômodo, provavelmente esquecerá porque entrou lá.

   Sempre acontece isso comigo aqui em casa. Vou a meu quarto pegar algo, e quando chego nele o que que acontece??? Isso mesmo. Eu simplesmente esqueço o que fui fazer lá (legal isso né? sqñ rsrs)


 Você não pode deixar todas notificações sem visualizar.

   Por maior que seja meu vicio pelo instagram, eu sempre vou ficar mega perdido quando acordar e ver mais de duas mídias com notificações.


 Cada vez que entra na internet, você cria uma guerra contra a distração. 

    Fato. Sempre que começo a navegar, eu simplesmente perco o foco e faço coisas que nunca antes pensei em fazer.


 Quando está tentando ler um artigo, dentro de minutos percebe que está em um outro lugar na internet. 

     Isso acontece quando vejo alguma coisa fofa na mesma janela no artigo "abro um site. Vejo um desenho bonitinho. Pesquiso sobre desenhos bonitinhos." Dai em alguns minutos me esqueci o que eu realmente ia fazer.

   
 Você sempre tem dúzias de janelas abertas.

    Um exemplo bem comum: Estou Fazendo uma pesquisa. Dai clico em um link. Dai eu acho o facebook. Entro em meu blog. Imagem uma coisa magica, isso mesmo... e em um passe de magica eu tenho mais de 9 paginas abertas.


 Você nunca consegue encontrar a aba que estava lendo quando quer. 

   É a vida ne minha gente. A internet é sempre cheia de fofuras, novidades, e, coisas legais, que eu me distraio ao ponto de não saber qual aba eu estava realmente lendo.

 Até que começa a fechar todas as abas e a redescobre "como encontrar dinheiro no bolso de uma calça velha". 

    E é nesse momento que eu percebo o quão importante era o assunto inicial sqñ.


 As janelas próximas à sua mesa levarão você a olhar para elas por muito mais tempo que o trabalho de fato. 

   É como se fosse um portal mágico. Sempre que olho porta ou janelas eu simplesmente começo a imaginar coisas aleatórias da realidade e do meu mundo mágico.


10°  Mesmo quando está tentando se concentrar em seu trabalho, você checa alguma rede social novamente em questão de segundos. 

    Posso saber que nada de novo aconteceu naquele segundo, mas sempre abro para ter a plena certeza.


11°  Suas habilidades domésticas não são tão boas também porque sempre que você está fazendo alguma coisa, você acaba se distraindo por alguns minutos com outra. 

    Eu juro que é culpa da tecnologia. Que é culpa da lembrança que aquele objeto me trás. Até juro ser culpa das estrelas, mas jamais a culpa será minha :3


12°  Não importa quão boa seja uma ideia, você terá outra muito rápido, e acabará se esquecendo dela. 

    Sim. É meio que instantâneo isso, e nem sempre a segunda idéia é tão boa assim.


13°  Mesmo quando está tentando dormir, parece que é constantemente distraído por novas idéias. 

     Todos as idéias que estavam perdidas durante o dia, no momento em que resolvo dormir elas aparecem e querem me manter acordado.


14°  Ou você vai dormir com os olhos abertos, ou vai se distrair com alguma coisa aleatória enquanto outra pessoa está falando. 

   Isso sempre acontece durante a aula, eu penso até em maneiras diferentes de fritar batatas, mas minha expressão fácil nunca transparece que não estou entendendo nada e o professor pensa que sou o mais inteligente da tura (sqñ né minha gente rsrs).


15°  Você  pode mudar para um novo assunto sem avisa o porque.    

    Basta que eu olhe qualquer coisa ao meu redor para que eu mude de assunto.



   ACABOUUUUUUUU. É minha gente, essas foram as 15 questões que separei dentre as 29 que achei no site. Agora eu irei deixar o vídeo em que falo dessas questões e logo em baixo do vídeo vai ter o link do site em que achei as questões.  Um big abraço apertado, fiquem com Deus e inté. Byye.




Para ir ao site no qual encontrei essas questões basta clicar > AQUI <

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Para Sempre Alice

    E ai galera, tudo belezinha com vocês? Espero que sim, porque comigo tudo anda caminhando para a positividade (ksksks estilo good vibes de começar um post né? ksks).
   No post de hoje eu irei compartilhar com vocês um filme que eu particularmente quero muito assistir. Peguei uma lista de filmes esperados para esse ano de 2015, e, no meio de alguns nomes eu encontrei esse. 
   O filme *Para sempre Alice* foi baseado no livro da escritora Lisa Genova. E como já vai ser lançado este ano, eu tenho que ler o mais rápido possível, vai ser meio que um desafio, pois o filme vai ser lançado no dia 12/03/2015 (que quer dizer, mês que vem). A capa do livro é linda, e quem me conhece sabe que sou de "julgar pela capa". Por isso quero muito esse livro.



Obs; peguei essa imagem da internet, e a qualidade dela não ficou muito boa, assim que eu comprar o livro atualizo para vocês. 

   


                            

                            Sobre o Filme

  
   O filme, como eu já havia comentado, vai estrear nos cinemas brasileiro no dia 12/03/2015. Os personagens principais são representados por Juilanne Moore (Alice). Alec Baldwin (marido de Alice). Kristen Stewart (Lydia). Kate Bosworth (Anna). E  Hunter Parrish (Tom). Todos esses três são filhos do casal. 
  "Alice é uma renomada psicologa, especialista em aquisição de linguagem, professora de Havard". Alice aos 50 anos descobre que sofre do Mal de Alzheimer precoce. O filme basicamente fala sobre como Alice convive com a doença, e sobre como sua família lida com a mesma. O filme é um drama e tem duração de 99 minutos. 
   Parece que vai ser realmente um lindo filme, e espero conseguir ler o livro nesse curto intervalo que temos até o lançamento do filme. Se você já leu o livro, me conte aqui nos comentários se gostou, e o que achou. 
   O post de hoje termina aqui, e espero que tenham gostado. Um big abraço apertado, e fiquem com Deus (e também com o trailer do filme rsrs). Byye...
    


quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Sobre #WorldTheDoll

  Para quem me acompanha no instagram (@artede_rafaelvieira) viu que na primeira semana desse ano eu compartilhei várias fotos de bonecas com a hashTag World The Doll. Não sei se essa hashTag já existia, mas eu usei essa hashTag para marcar fotos que fiz de minhas bonecas usando looks que eu mesmo criei ou customizei. Gosto de acompanhar instagrans que compartilham fotos de bonecas, fotos de coisas relacionado a moda e a arte. Por esse motivo é que eu resolvi fotografar minhas dolls coms roupinhas confeccionada por mim. Não tenho muitas ainda, mas fiz o que pude com as que tenho, e com o tempo que tive para fotografa-las (já que decidi fotografar no dia 31/12/2014).
   Sei que tem pessoas que condenam tratar bonecas como pessoas, e costurar e fotografa-las. Mas não vejo motivos para me preocupar com isso, pois brinquedos são inspirados em nós, seres humanos, mas a moda e a fotografia são formas de se expressar, e foi isso que fiz. Não sei se a qualidade vai ficar muito boa pois estão com as edições no instagram, e elas podem não dar o mesmo efeito em um monitor. Espero que gostem das fotos.

Amo fazer penteados em dolls. E sempre que vou por um novo look eu faço um diferente. Cachos. Tranças. Liso. Ou afro. Isso não me importa. O que realmente me importa é deixa-las como visualizei que ficaria.



Essas primeiras são fotos de um dos primeiros vestidinhos que costurei. O resto (cabelo, colar, brinco, salto e anel) são customizações. 



















Monstrinhas fofas e estilosas. Amo essas dolls e por isso achei melhor fazer um vestidinho de renda preto e bem curtinho. A única coisa que fiz de mais nessa doll foi deixar o hair dela com mais ondas, pois ele estava meio "caído". 
























A doll que mais gosto é obviamente a Barbie. Não gosto apenas da história da boneca, mas também porque me descobri amante da moda através de seus filmes. Por esses e outros motivos eu escolhi terminar esse post com as fotos dessa doll diva ><



























Fim. Chegamos ao fim de mais este post. Espero que vocês tenham gostado. Um big abraço apertado, e fiquem com Deus. Byye. 










Obs: Todas as fotos foram tiradas por mim.







segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Assinado por mim

   Hey pessoas. Estou mega feliz e venho compartilhar um pouco da minha felicidade com vocês. Quem me conhece sabe que meu sonho maior é ganhar a vida fazendo arte, e no domingo (01/02/2015) dei mais um passo para isso. Tirei o domingo para ir junto com minha amiga Mary Hagiwara, e minha prima Julia De Sousa, para irmos ao jardim botânico que fica na Vila Água Funda-SP. 
   Assim que cheguei lá, me deparei com um lugar cheio de natureza, e pequenos lugares que são perfeitos para fotografar. Havia muitas pessoas nesse jardim botânico, e também haviam várias mulheres grávidas jundo de suas família fotografando (creio eu que era para book, pois usavam lindos looks). 
   Fui à esse jardim botânico com minha amiga, e com minha prima, pois eu estava prestes a realizar mais um de meus sonhos. Eu fui para fotografar um look assinado por mim. Um look que desenhei, e mandei para a costureira (mas vou ter que ajustar eu mesmo rsrs). Tirei o dia para fotografar esse look. Mas vamos deixar de papo (digitação rsrs) e vamos para as fotos?! Deixarei descrição em algumas. 




Fiz o croqui do que eu queria no dia 21/11/2014. Fui na loja de tecidos Palombo escolher qual tecido usaria. Depois que já havia escolhido o tecido, e a estampa, foi só passar para o papel, e como eu já tinha o modelo em mente, já facilitou muito. 





Depois eu confeccionei o modelo para uma boneca. Para saber se ficaria legal, e se a capa conversaria com o vestido. 




E ficou assim.O croqui, e a primeira confecção desse modelo. 




Agora eu irei mostrar para vocês como ficou a confecção em tamanho real. Acompanhem a série de fotos que a fotografa Mary Hagiwara, e com minha prima Julia De Sousa como modelo. 




















Um dos maiores objetivos era tirar fotos da Barbie e da Julia juntas.
 Uma brincadeira de Human X Doll. Para retratar que as bonecas são inspiradas nas mulheres, e não o contrário. Para tentar quebrar pelo menos 1% da barreira que cerca a mente de muitas pessoas, fazendo com que elas tenham medo de ser o que querem ser. De valorizar quem elas são.

Human X Doll













E se as dolls são inspiradas em human, que possamos nos divertir com nossas miniaturas quase perfeita. 


Quero agradecer imensamente a minha prima Julia De Sousa por ter aceitado ser minha modelo, e por me aguentar dizendo "Faça essa pose. Agora assim ó... Agora vamos lá pro outro lado do botânico... CORRE que a chuva tá chegando". E também tenho que agradecer a Mary Hagiwara por ter aceitado ser a fotógrafa, e ter tido paciência comigo desmarcando várias vezes por conta de desencontros. E também por ter tirado as melhores fotos, melhores até do que eu pensei que ficaria. O resultado ficou incrível.  Vocês são incríveis meninas. Muito obrigado na realização de mais este sonho  ♡♡♡ 








     Obs; O vestido em tamanho real não foi confeccionado por mim,
 e sim por uma costureira do meu bairro. Mas a pulseira e a gargantilha sim.  E o look (tirando o salto é claro) está a venda pelo preço de R$76,40.