terça-feira, 17 de março de 2015

Sorriso na passarela. Isso pode?


             Sorriso na passarela. Isso pode?

      Sempre escuto especulações de pessoas que dizem que entendem de passarelas, e sobre moda. Sempre esculto as pessoas reclamarem sobre meus desenhos magros, e sobre eu ser "arrogante", mas sobre meus desenhos magros, e sobre arrogância, isso... eu falo em outro post. No post de hoje eu vou falar sobre o sorriso que "não pode" nas passarelas. 

     Sempre que assistimos desfiles de moda. Sempre que vemos fotografias desses eventos, as modelos aparecem com uma expressão mais fechada. Com um ar mais imponente. Não tenho nada contra, e acho muito lindo e chamativo. Mas a expressão facial com a qual as modelos desfilam, com a qual elas aparecem nas fotos, é uma simples exigência dos estilistas. 

     Muitas pessoas dizem que é proibido, ou que não se pode desfilar sorrindo, pois apenas sorriem quem é miss. Mas na verdade isso é um equivoco. O que acontece muitas das vezes, é que os estilistas (ou donos das marcas) apreciam mais o ar de poder que uma mulher séria demonstra ter.

     O que muitos chamam de cara fechada, ou cara feia, na verdade não passa de um famoso "carão". Esse "carão" costuma ser mais sensual, e demonstrar mais poder dentro das mulheres que usam aquelas roupas. Tem estilistas que amam os sorrisos, e pedem para algumas modelos desfilarem sorrindo, ou soltar um leve sorriso quando chegam no fim da passarela.

     Em dias de desfile, a adrenalina toma conta de todos os que estão trabalhando para realizar o evento, e com isso, muitas das vezes, os estilistas optam por um desfile mais sério, algo que não tem como dar errado, Mas quando o evento é apenas de uma marca, normalmente os estilistas tem um tempo maior, e com isso conseguem fazer o desfile teste, para assim decidirem como as modelos devem fazer. Onde parar. Como andar. Sorrisos, ou carão. Um jeito mais "largado", ou algo mais imponente. 

     É sempre bom lembrar que as modelos também devem dar suas opiniões. Se a modelo tem uma ideia de como mudar "seu" desfilar, ela pode e deve passar isso para o estilista, ou o grupo que esta cuidando do desfile. Quando mais ideias uma modelo tem, e quanto mais coragem e personalidade ela demonstra, mais queridinha ela pode se tornar. Mas isso são coisas que vai de modelo para modelo. Tem os grupos que acabaram se prendendo no que dizem ser o "correto para elas", e tem o grupo que decidiu mostrar que são capazes de crescer e evoluir nesse meio, e até quem sabe revolucionar. Se você não acredita, basta estudar sobre a carreira e trajetória das TOPs brasileiras (que por sua vez, são as modelos mais caras do mundo).
     
     Resolvi falar sobre isso, pois noto que tem muita gente equivocada em relação a moda, e como conheço algumas modelos, e cresci assistindo minha irmã modelar, acho que sei um pouco. Um big abraço apertado, até um próximo post, e fiquem com Deus. Byye.







Obs: A foto usada para este post foi cedida pela @mmelchioretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário